Domingo, 30 de Novembro de 2008

Talvez Hoje....

Foi uma relação com quase 6 anos,

onde hoje eu admito que muito errei,

não quis no tempo certo fazer planos,

e esse foi um dos pontos onde falhei,

compreendo hoje que tudo aquilo que fiz,

me conduziram para este triste final,

quando na realidade o que sempre quis,

foi que o teu amor por mim se mantivesse igual,

houve palavras que deveria ter dito,

houve palavras que nunca deveriam ter existido,

talvez hoje fosse diferente acredito,

se naquele tempo eu me tivesse decidido,

poderia ter tomado outro caminho,

que não aquele errado que tomei,

de certeza que hoje não estaria sozinho,

sabendo hoje aquilo que eu sei,

pequenas coisas também faltaram,

que supostamente não teriam importância,

mas que todas juntas também ajudaram,

e que tiveram alguma relevância,

mas não fui apenas eu simplesmente a errar,

mas só posso apontar as minhas falhas,

por nós eu continuei depois sempre a lutar,

apesar de ter perdido quase todas as batalhas,

talvez hoje fosse um pouco diferente,

mas este foi um processo de aprendizagem,

estarás presente sempre na minha mente,

enquanto não completar esta viagem,

pois é através dos erros do nosso passado,

em que hoje  apoiamos as nossas decisões,

vivemos de acordo com aquilo que nos foi ensinado,

mas não nos podemos deixar guiar pelas emoções,

eu nunca consegui nesse tempo acreditar,

perante as diferenças que entre nós havia,

como tive tanta sorte em contigo namorar,

acreditava ser um acto de pura magia,

tu portadora de uma imensa beleza,

eu um mero rapaz que considero normal,

tudo em ti inspirava o amor com tanta certeza,

que nem sei como isto acabou afinal,

ainda hoje quando me olho ao espelho procuro,

e não consigo encontrar o que te fascinou em mim,

não foi os meus olhos azuis e cabelo escuro,

e eu não sou tão bonito assim...

 

 

 

 

publicado por almariano às 13:02
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sábado, 29 de Novembro de 2008

Sempre um bocado...

Eis que percorro o caminho,

passo a passo e devagar,

por enquanto faço-o sozinho,

e espero não me cansar,

estou rodeado de escuridão,

e caminho para o incerto,

não existe outra solução,

fazer isto é o mais correcto,

sigo então por este percurso,

que eu próprio estou a criar,

e tenho os amigos como recurso,

para o caso de eu precisar,

aos poucos recupero a confiança,

que perdi no meu recente passado,

acredito que talvez esta mudança,

altere de vez o meu estado,

por certo ainda sinto sofrimento,

mas outra coisa não se podia esperar,

pois tão forte foi este sentimento,

que acho que nunca irá acabar,

pelo menos acabar completamente,

ficará sempre um bom bocado,

pois amei-a verdadeiramente,

como um dia espero ser amado....

publicado por almariano às 11:49
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Por certo...

Apesar de todo o mal feito,

e de tantas lágrimas derramadas,

este pobre coração que foi desfeito,

não consegue guardar mágoas,

vive por certo com muita dor,

resultado deste desfecho triste,

mas já se alegrou com muito amor,

e por causa deste ainda resiste,

enquanto bater forte á esperança,

mas esta perde-se por batimento,

ficando no fim só a lembrança,

onde outrora houve sentimento,

esta é por certo uma lei da vida,

que o tempo nos tenta ensinar,

razão pela qual é bem sentida,

para que sempre a possamos recordar,

e se o futuro me estiver destinado,

que será outra em seu lugar,

o que aprendi no meu passado,

irá por certo muito me ajudar,

então caminho de cabeça erguida,

observando tudo em meu redor,

e vou sarando esta grande ferida,

que me foi infligida pelo amor...

publicado por almariano às 20:08
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Existência...

Pequenos passos eu tento dar,

para pisar sempre terreno firme,

não vá eu por algo me desequilibrar,

e fazer de novo um grande filme,

mas custa sempre fugir da rotina,

alterar partes do nosso quotidiano,

mas se essa é a minha sina,

não me deixa margem ao engano,

eu sei que através desta mudança,

posso encontrar novo sentido para a vida,

não posso ficar quieto na esperança,

tenho que optar por outra saída,

as forças estou a tentar reunir,

e a minha mente está conformada,

o meu coração porem não quer desistir,

diz-me que a luta ainda não está terminada,

como pode ser o meu coração cego e não ver,

que o seu mundo em seu redor mudou,

como é possível ele ainda não perceber,

que para ELA o amor acabou,

depois dele levar tantas facadas,

e de milhares partes se partir,

ainda toma as decisões erradas,

e responde-me que não quer desistir,

por isso o mantenho encerrado,

e vou vivendo a vida como posso,

tento não pensar muito no passado,

nem naquilo que foi nosso,

e então me dirijo para a escada,

e lentamente tento um degrau subir,

pois não posso fazer mais nada,

esta é a minha forma de existir...

 

publicado por almariano às 07:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008

Degrau a degrau...

Ontem por fim pousei a cabeça na almofada,

com o meu estado de espírito aliviado,

apesar de ter perdido a pessoa amada,

já consegui dormir mais descansado,

agora só me resta seguir em frente,

procurar de novo o meu sorriso perdido,

e acreditar que muito brevemente,

tudo isto poderá ser esquecido,

ficarão apenas as boas recordações,

é com isso que eu estou a contar,

nem me quero lembrar das desiluções,

e essas da memória vou apagar,

vou subir um degrau de cada vez,

pois grande é o medo de tornar a cair,

vou viver no sim e no talvez,

e o não vai deixar de existir,

vou abrir os meus braços ao mundo,

mas o meu coração vai permanecer encerrado,

vai permanecer em retiro profundo,

até estar totalmente quase curado,

vou passar ainda por maus momentos,

existem algumas barreiras a transpor,

é tudo uma questão de sentimentos,

e tudo derivado do meu grande amor....

publicado por almariano às 21:29
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sábado, 22 de Novembro de 2008

Again...

Tudo tem começo meio e fim,

e acaba em derrota ou vitória,

a minha é mais ou menos assim,

e é apenas a minha história,

é uma lição da minha vida,

que me custou muito a aprender,

é uma derrota muito sentida,

que nunca imaginava acontecer,

mas o destino assim o quis,

e pela segunda vez aconteceu,

nada importa aquilo que fiz,

apenas aquilo que se sucedeu,

é o que fica escrito no tempo,

que mais tarde é recordado,

que passeia no pensamento,

de quem outrora já foi amado,

não consegui manter acesa a chama,

das pessoas que mais amava,

nessas duas vezes fui parar á lama,

que até a cabeça me tapava,

ainda me encontro aqui deitado,

embrenhado nesta sujidade,

sinto que estou a ser puxado,

pela mão da amizade,

esta queda é bem recente,

pois ainda me sinto a cair,

vai ser uma pancada bem potente,

aos bocados vou-me partir,

pressinto  que vou ser amparado,

para a queda não ser tão forte,

pois para isso fui preparado,

não fui abandonado á sorte,

mas mesmo assim vai ser muito cruel,

quando por momentos bater no fundo,

e vai demorar  para perceber qual o papel,

destinado para mim neste mundo...

 

 

Eis que há pouco fui almoçar,

Com a mulher da minha vida,

e ela acabou de confirmar,

que já se encontra comprometida,

já namora há 17 dias talvez,

com o tal rapaz em questão,

arriscou desta vez,

seguir a sua intuição,

muito quer a minha amizade,

mas apenas isso e nada mais,

falamos ambos com sinceridade,

e não conversámos por demais,

agora eu estou informado,

mas isso não muda o meu sentimento,

ela pensa que ele está apaixonado,

então eu dei o meu consentimento,

agora vou levantar a minha cabeça,

e olhar o horizonte á minha frente,

na minha vida só tenho uma certeza,

é que estou vivo certamente...

 

 

publicado por almariano às 14:53
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

Eis a derrota...

E quando a porta se fechou,

recorri á nova tecnologia,

e no telemovel o numero se marcou,

para logo perder a alegria,

eis que chega a confirmação,

dos piores dos meus receios,

ele já detem a sua atenção,

e já falam sem rodeios,

já percorre os 40 kms de distancia,

que o separam desta mulher,

passeiam pela terra na circunstancia,

de se estarem a conhecer,

ela adora a sua companhia,

estão na fase do conhecimento,

ele emprega toda a sua magia,

e ela já o tem no pensamento,

eis por fim a minha derrota,

que amanha será confirmada,

quando á noite lhe bater á porta,

para uma conversa desejada,

esvaziarei tudo do meu interior,

nada ficará de certeza por dizer,

ouvirei as suas palavras sem pudor,

que demorarão muito a esquecer,

eu pedi-lhe este frente a frente,

pedi-lhe a maior da sinceridade,

pois sinto-me muito impotente,

e quero saber a verdade,

já lá vão uns meses de separação,

muita coisa teve de mudar,

se ela abriu de novo o seu coração,

eu apenas tenho que aceitar,

por mais que a queira aqui comigo,

ela me força á força para desistir,

diz se eu quizer continuar seu amigo,

tenho que parar de insistir,

deixa-me dar cabeçadas se tiver que ser,

diz-me ela sem se importar,

só assim é que poderei aprender,

o que a vida tem para ensinar...

publicado por almariano às 00:32
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

Se eu sou o original....

Sim esta luta tem um objectivo,

e enquanto tiver forças vou lutar,

está a ser muito agressivo,

e não vejo forma de ganhar,

desde que tomei conhecimento,

da outra pessoa em sua vida,

parece que houve um desmoronamento,

parece que luto numa luta perdida,

de repente ganhei insónias,

muitas coisas acabo a imaginar,

queria tanto que fossem histórias,

que fosse a imaginação a trabalhar,

todos os indícios apontam para outro lado,

para mim uma nova triste realidade,

e com as palavras dela fiquei magoado,

e ainda espero pela verdade,

o novo amigo que conheceu,

segundo ela se parece muito comigo,

diz que ainda nada aconteceu,

que é apenas um grande amigo,

mas que existe grande cumplicidade,

talvez seja o início de algo mais,

magoa-me muito saber esta verdade,

e desta maneira até demais,

espero por uma atitude sincera,

como sempre lhe pedi,

não escondo que desilusão era,

ao saber que de vez a perdi,

disse-lhe em poucas palavras,

se ele é uma cópia parecida de mim,

decerto verás que ainda há amarras,

e que não me esqueceste tanto assim,

a tua exigência em nele procurar,

um novo caminho para a felicidade,

está por certo a aniquilar,

o que sentes por mim na realidade,

espero por uma palavra tua,

para realmente isto tudo perceber,

apenas sei o que ouço na rua,

e aquilo que me vim a aperceber,

entretanto vou manter-me a lutar,

para tentar contrariar a corrente,

enquanto houver forças para continuar,

ou até saber a verdade finalmente... 

 

 

publicado por almariano às 05:28
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

Para ti amiga...

Na tua amizade aprendi a confiar,

e por ti estendo a minha mão,

consigo ver na pureza do teu olhar,

a verdadeira grandeza do teu coração,

nas tuas palavras ecoa a simpatia,

partilhas por conselhos o teu conhecimento,

encontro a paz na tua companhia,

tu fazes valer todo o momento,

e amiga acredita no que te digo,

nestas palavras que escutares,

serei para sempre teu amigo,

e cá estarei se precisares,

e este é o meu reconhecimento,

face á tua presença constante,

e acredita que neste momento,

tu és deveras muito importante.

 

 

 Dedicado a uma menina que hoje se encontra de parabens... Isa Marques

publicado por almariano às 06:41
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Vou á luta...

Simplesmente por tanto te amar,

te seguiria até ao fim do mundo,

de tudo posso abdicar,

não hesitaria um segundo,

todos os dias te beijava,

com carinho e intensidade,

todos os dias te amava,

com uma grande naturalidade,

todos os dias te repetia,

para todos os dias saberes,

que por ti tudo deixaria,

para nunca o esqueceres,

por ti sempre cozinhava,

a comida que desejasses,

a louça toda lavava,

para que tu não te sujasses,

tentaria sempre corresponder,

a qualquer teu desejo,

faria tudo para não te perder,

faço tudo por um beijo,

a palavra amo-te te diria,

e podes acreditar,

umas 100 vezes ao dia,

sem nenhum dia faltar,

acredita não te mentia,

permanecia bem a teu lado,

faria tudo o que podia,

para ser por ti amado,

te tratava na doença,

delirava contigo na vitória,

partilhava a tua crença,

partilhava a tua história,

mostrava ao mundo inteiro,

o amor que sinto por ti,

o teu tiro foi certeiro,

mas eu ainda não morri,

por ti viveria debaixo da ponte,

dormiria contigo ao relento,

ia contigo para qualquer monte,

seria teu cajado e jumento....

 

 

publicado por almariano às 18:07
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Domingo, 16 de Novembro de 2008

O meu mundo desabou...

Hoje senti o meu mundo a desabar,

fui invadido em pleno pela tristeza,

custou tanto conseguir aguentar,

nem consegui pensar com clareza,

a mulher por quem tanto lutei,

encontrou alguém em quem confiar,

essa mulher que tanto eu amei,

e que tanto continuo a amar,

abriu as portas da amizade,

não sei se as do coração,

a outro homem que em verdade,

lhe aplica as técnicas de sedução,

doi tanto em mim este saber,

doi tanto mas tanto imaginar,

e agora o que vou eu fazer,

sinto-me todo a desmonorar,

ainda não assisti á minha frente,

mas as pistas não enganam,

e ao saber que ela está carente,

de certeza que eles andam,

ela é livre de viver a sua vida,

de procurar a sua felicidade,

de seduzir e ser seduzida,

de acordar noutra realidade,

eu por amor abdiquei de lutar,

e me refugiei na solidão,

e infelizmente tenho que aceitar,

qualquer que seja a sua decisão,

desejo que ela seja muito feliz,

embora isso me cause muita dor,

se comigo isso não condiz,

então que seja com quem for,

mas doi tanto abdicar de alguém,

que é o motivo de eu viver,

isso não deveria suceder a ninguém,

mas neste caso tem que ser,

ela quis que eu não lutasse,

deixou-me de mãos bem atadas,

dizia que queria que eu encontrasse,

para mim outras namoradas...

 

 

publicado por almariano às 21:46
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Sexta-feira, 14 de Novembro de 2008

Tem que ser...

Hoje acordei para a vida,

depois de ontem adormecer,

e mais uma noite perdida,

sem te conseguir esquecer,

mas continuo a tentar,

e hoje é outro dia também,

talvez hoje possa me deitar,

a pensar noutro alguém,

mas isto é tudo um desejo,

não é decerto a minha vontade,

pois no futuro não antevejo,

amar outra mulher de verdade,

mas tenho que aproveitar o momento,

esquecer o que me faz sofrer,

esquecer este nobre sentimento,

e começar de novo a viver,

para isso vou aprender de novo a confiar,

em quem cruzar o meu caminho,

porque senão posso vir a acabar,

no futuro um velho sozinho...

 

publicado por almariano às 19:11
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Coração...

E no meio do silêncio da noite,

ouço ao de leve o meu coração,

que bate forte como um açoite,

projectado pela força de uma mão,

e que irrompe a noite calma,

na explosão do seu sentimento,

e que me faz despertar a alma,

a cada mudança de movimento,

por vezes trabalha descompassado,

por vezes de maneira irregular,

e por mais que esteja cansado,

tem sempre forças para trabalhar,

e tão pequeno aparenta ser,

quando o oposto é a realidade,

pois muitos milhares pode conter,

de lugares reservados á amizade,

e então no meu peito bate forte,

motivado pelo desejo de viver,

e apenas só com a morte,

toda a vida vai perder...

publicado por almariano às 17:49
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

Vida de trabalhador

Eis que ao nascer do dia,

um rasgo de inspiração me sacode,

quis fazer apenas o que desejaria,

mas então algo me demove,

não posso permanecer na cama,

não posso dar voz á preguiça,

para trabalhar não há chama,

mas onde pára a justiça,

queria na cama tanto ficar,

dar voz á preguiça que me invade,

mas sei que tenho que ir trabalhar,

ai tão cruel esta verdade,

esta é a vida de um trabalhador,

que trabalha para se manter,

debaixo da chuva ou do calor,

luta diariamente para sobreviver,

não me serve de nada me lamentar,

da cama tenho mesmo de sair,

e um grande sorriso vou esboçar,

e para o trabalho me dirigir...

 

  

 

publicado por almariano às 07:25
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Em memória dos poetas...

São séculos de pura escrita,

por tantos poetas afamados,

palavras que ainda hoje se acredita,

poemas que ainda hoje são recordados,

antigamente escreviam com o coração,

antigamente escreviam com romantismo,

poetas que escreviam sobre a nação,

poetas que escreviam com emotismo,

tantas histórias foram por eles narradas,

partilhavam com todos o seu conhecimento,

tantas verdades que foram reveladas,

e tudo isso ao longo do tempo,

por isso agradeço a todos os escritores,

que partilharam momentos vis da nossa história,

falaram de guerras e falaram de amores,

narraram tudo o que lhes ia na memória,

nós somos hoje actualmente neste mundo,

puros reflexos das sombras do passado,

mas através desta luta constante ao segundo,

deixarei a minha marca para ser recordado...

 

publicado por almariano às 20:57
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

Vai.... vive...

Ontem deitei-me a pensar em ti,

hoje acordei contigo no pensamento,

apenas sei que desde que te perdi,

penso em ti a todo o momento,

reviro vezes sem conta a minha mente,

na esperança de encontrar uma solução,

e perante este cenário deprimente,

vou habituando o meu coração,

mentalmente acredito estar num qualquer nível,

que se aproxima pouco a pouco da realidade,

mas também acredito ser ainda possível,

tornar a encontrar contigo a felicidade,

mas para já vou-te dar o teu espaço,

e vou tentar viver a minha vida sem ti,

e acredita linda que o que hoje eu faço,

é totalmente diferente de quando te conheci,

Vai viver a tua vida que eu te liberto,

não precisas de comigo te preocupar,

pois eu estarei sempre por perto,

no caso de um dia vires a precisar...

publicado por almariano às 07:20
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

As tuas palavras...

É através da certeza da tua afirmação,

nas palavras por ti proferidas,

que me faz um aperto no coração,

abrindo nele inúmeras feridas,

tenho pena de não poder partilhar,

talvez por força de uma bruta ironia,

que simplesmente te devo deixar de amar,

como a tua pessoa assim o queria,

talvez com o tempo possa acontecer,

mas será contra a minha vontade,

sei que ainda terei que sofrer,

ao enfrentar esta pura verdade,

sinto que nado contra a corrente,

na perseguição de um ideal,

é uma batalha que certamente,

me pode trazer algum mal,

acredito que no fim deste suor,

resultante deste esforço masoquista,

darei de certeza muito mais valor,

á minha derrota ou conquista...

 

 

publicado por almariano às 21:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 2 de Novembro de 2008

Um desafio ...

 Na sequência do convite feito pela Margarida da "Miguxa", vou tentar corresponder adequadamente à solicitação que me foi dirigida:

 

 

- Colocar uma foto individual sua (é o que se pode arranjar)

- Escolher uma banda/artista de tua preferência (ABBA)

- Responder somente com títulos da banda/artista escolhido anteriormente

- Escolher 4 pessoas a quem façam o desafio, sem esquecer avisá-las

 

1) És homem ou mulher?

 

   " Man in the midle

2) Descreve-te

 

     "Lovers"

 

3) O que as pessoas acham de ti?

 

     "Andante"

 

4) Como descreves o teu último relacionamento

 

      "Should i laugh or cry"

 

5) Descreve o actual estado da tua relação com o teu namorado ou pretendente

 

      "SOS"

 

6) Onde querias estar agora?

 

     "Tropical loveland"

 

7) O que pensas a respeito do amor?

 

     "mamma mia?"

 

8) Como é a tua vida?

 

    "Under attack"

 

9) O que pedirias se pudesses ter só um desejo?

 

    "Take a change on me"

 

10) Escreve uma frase sábia

 

        "When all is said and done"  

              

 

 

Prolongo o desafio a todos os meus amigos,

 

                                           Dragonsky

                          A.R.M.B.

                          Palavrasincronizadas

                          Tixa

            

publicado por almariano às 21:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Para ti pessoa amiga...

Desculpas sinceras tenho que pedir,

a quem comenta a minha poesia,

pelo facto de nenhuma resposta minha existir,

aos vossos comentários em qualquer dia,

e agradeço desde já o vosso carinho,

as vossas palavras de esperança,

sinto que afinal não estou sozinho,

neste meu processo de mudança,

no meu dia a dia esta é a pura realidade,

e não há motivo nem como esconder,

vivo uma suposta falsa liberdade,

que me limita no meu pensar de viver,

então apelo á vossa compreensão,

e vai desde já o meu agradecimento,

obrigado a todos pela vossa atenção,

e por me darem mais alento,

e a partir desta escrita,

assumo parte da minha culpa,

e é em pedido sincero acredita,

que te peço desculpa... 

 

publicado por almariano às 14:08
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 33 seguidores

.pesquisar

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Feliz Natal

. Vitória....

. Ò Vento.....

. será......

. Misto de devaneios passad...

. Ser feliz no amor....

. Sei...

. Hoje....

. PALAVRAS....

. FELIZ NATAL

. Vivo....

. Sou....

. Ausente...

. Vida é amar...

. Nada dura....

. Um mundo....

. Uma forma de viver.....

. No silêncio da noite.....

. Perdido...

. Páscoa

. Um dia....

. Procuro.....

. Segunda oportunidade....

. Vida......

. Página.......

. renascer.........

. Ausente....

. Vento.........

. A luz........

. Cupido....

. Será....

. Um sonho......

. Semáforos....

. Lições da vida....

. Vivendo........

. Tristeza.......

. No fundo do báu....

. Falta inspiração....

. Amiga especial....

. palavras sem nexo...

. A resposta............

. Uma amizade...........

. Maresia...

. 1º aniversário...

. Noite mágica....

. Loool...

. Neve e mais neve...

. Prémio Blog de Ouro...

. Cantar os reis...

. Bom tempo...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Fevereiro 2015

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Janeiro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds